terça-feira, 31 de março de 2009

Código Da Vinci, Anjos e Demónios, Fortaleza Digital


Código Da Vinci
Anjos e Demónios
A Fortaleza Digital

Colocando de parte as polémicas, acerca da saga dos livros de Dan Brown só vos posso dizer que já li estes três e gostei muito.
No entanto acho importante ressalvar que as pessoas têm que ter atenção que é ficção, se bem que inspirada em factos históricos.
Mas por exemplo, cair no erro de acreditar que o quadro a última Ceia de Cristo, tem lá implicitamente desenhada Maria Madalena é de uma ignorância atroz. Aliás já foi até provado que não é verdade é pura ficção no livro.

E ainda mais ignorância é quando as pessoas, depois de lerem os livros e verem os filmes, acreditam em tudo o que lá se diz e por falta de mais informação ou de desinformação, desatam a ligar para os museus a perguntarem se têm tal quadro.

Gostei de ler e diverti-me imenso a lê-los.

Cá fica a Biografia do Dan Brown, que muito diz sobre a maneira como escreve.

Biografia
Nasceu em Exeter, uma cidade do estado de New Hampshire, é o mais velho de três filhos. A sua mãe Constance (Connie) foi uma música profissional, tocando órgão na igreja. Seu pai, Richard G. Brown, ensinava matemática para o Ensino Médio na Phillips Exeter Academy, um colégio interno particular, e escreveu o didático best-seller matemático Advanced Mathematics: Precalculus with Discrete Mathematics and Data Analysis, que foi muito utilizado no país.
Professores do colégio foram requisitados a viver no campus por diversos anos, então Brown e seus irmãos literalmente foram criados na escola. Na maior parte, o ambiente social foi o cristão. Frequentou a escola dominical, cantando no coro da igreja, e passou seus verões no acampamento da igreja. Seu próprio estudo foi em escolas públicas em Exeter até a 9ª série, até matricular-se em Phillips Exeter, assim como seus irmãos mais novos Valerie e Gregory quando chegaram suas vezes.
Após a graduação na Phillips Exeter em 1982, Brown entrou para o Amherst College, onde foi membro da Fraternidade Psi Upsilon. Durante seu primeiro ano em Amherst, foi à Europa para estudar a História da Arte na Universidade de Sevilha, Espanha, onde começou a estudar seriamente os trabalhos de Leonardo Da Vinci, que mais tarde teriam importância crucial em um de seus romances.

Podem ler aqui no blog da Miss Slim.

5 comentários:

Livros de Bia disse...

Todos os livros de Dan Brown que li até agora muito me agradaram!! Ainda não li Ponto de Impacto, mas não vai demorar muito.

Parabéns pelo blog. Quando tiver tempo dê uma passadinha pelo meu!
http://livrosdebia.blogspot.com/

Bjs

risonha disse...

Também tenho todos esses livros, mas para mim o meu preferido foi sem dúvida O Código...
Agora só me falta ler o novo que foi lançado.

Noémia disse...

Confesso que só li o Código DaVinci e gostei. Li-o no entanto como leria e gostaria de um bom policial e nunca como se fosse a nova Bíblia.
Na verdade como tu dizes muitos dos dados são imprecisos e falsos.É uma história bem construída...as pessoas é que parece precisarem de novos messias!

ameixa seca disse...

Li estes três e o outro que se chama "A Conspiração". Tenho-os todos e foi um dinheiro bem gasto! Adoro os finais imprevísiveis e a maneira como a acção decorre! É uma escrita viciante :)

cupido disse...

só li o código e ainda assim, como quem lê um qualquer livro "policial". não é melhor nem pior que algumas coisas do irving wallace. confesso que dispensava todo o "sururu" à volta do livro. se gostei de ler, claro que sim, passei umas boas horas a ler, ora divertido, ora entusiasmado. bem fixe.