quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Crepúsculo

Tanto se ouviu falar deste livro e do filme... e eu confesso que nunca me interessei por nenhum deles.
Tenho o filme em casa há montes de tempo, a minha filha já o viu 2 ou 3 vezes, e eu nunca tive curiosidade de espreitar uma cena sequer.
Achava eu que a história de que ouvia falar não tinha piada nenhuma - onde é que já se viu uma rapariga se apaixonar por um vampiro? Não cabe na cabeça de ninguém, certo?
Mas tanto elogiaram a obra (este fim de semana vou ver o filme, podem ter a certeza) que eu fiquei curiosa para ler.
A minha patroa teve a simpatia de me emprestar os 4 livros da saga e acabei ontem de ler o primeiro - Crepúsculo.
O que vos posso dizer? Envolvente da primeira à última página - estou ansiosa por saber a continuação da história.
Cá fica mais um contributo da minha parte para a Academia dos Livros... e podem ter a certeza que não demorarei muito a vir falar do livro seguinte.
Leiam e vão ver que ficarão tão fascinados como eu...



Nunca reflectira longamente sobre a forma como morreria - ainda que, ao longo dos meses anteriores, tivesse tido motivos de sobra para tal -,mas, mesmo que o tivesse feito, jamais teria imaginado que seria assim.
Era decerto uma boa maneira de morrer: morrer no lugar de alguém, de alguém que eu amava.
Chegava mesmo a ser nobre. Este facto deveria ter alguma importância.

Quando Isabella Swan se muda para Forks e conhece o misterioso e cativante Edward Cullen, a sua vida sofre uma viragem emocionante e aterradora.
Com pele de porcelana, olhos dourados, voz hipnotizante e dons sobrenaturais, Edward revela-se tão irresistível como impenetrável. Até ao momento, Edward conseguira esconder a sua identidade verdadeira, mas Bella está determinada em desvendar o seu segredo obscuro.
O que Bella não compreende é que, quanto mais se aproxima dele, mais perigo cria para si e para os que a rodeiam. E pode ser demasiado tarde para voltar atrás...


Podem ler aqui no blog da Risonha.

7 comentários:

ameixa seca disse...

Muito sinceramente, li o livro, até bastante rápido porque é uma leitura muito simples, mas nem sequer me interessei pelos outros livros nem pelo filme. É uma história tão inconcebível que acabei por achá-la muito básica. Mas conheço muita gente que gostou :)

Marcia disse...

Não li e não vi o filme. E agora estou dividida entre 2 opiniões diferentes. ??? e agora? acho que só lendo..

Tatiana disse...

eu gostei imenso da saga! andava tão viciadinha que a li 3 vezes xD
foi graças a esta saga em concreto que o gosto por livros começou a despertar...

o que posso dizer? bem, o livro realmente prende da 1ª à última palavra, mas após ter lido a saga fiquei deveras desiludida com alguns aspectos... especialmente com o último livro, que adorei, mas não gostei de algumas partes (não vou falar sobre ele já que ainda não o leste ;) é bom, mas tem uns senãos, acho que faltaum pouquinho de mais acção ;))

mas recomendo! são livros leves e fascinantes já que a S. M. inovou o conceito de vampiro.

bjinhos

ameixa seca disse...

Márcia, o jeito é ler. Nunca devemos dizer que não gostamos de algo sem antes provar. Com os livros é a mesma coisa. Antes de o ler eu já sabia que não era o meu estilo, é um livro bastante levezinho, um romance mas só que com vampiros à mistura. A maioria das pessoas gosta... eu prefiro outro estilo, mas isso sou eu he he

Silvana Nunes .'. disse...

Maravilha o seu cantinho.
Na intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até você.
Gostei muito do seu espaço. Eu não estou podendo ler tudo de uma vez porque a tela do computador atrapalha um pouco a minha visão, mas certamente voltarei mais vezes. O meu oftamologista pediu que desse um tempo da telinha... e eu sou fraca ?
O meu território já está demarcado.
Convido a dar uma espiada em "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER.." ( o seu cantinho de leitura), em:
http://www.silnunesprof.blogspot.com
Terei sempre uma história para contar.
Saudações Florestais !

Flávio Costa disse...

A Saga é escrita de forma simples para adolescentes mas...
a autora é muito inteligente e mistura, aos pouquinhos, ingredientes que vão prendendo o leitor que, mesmo sem quere, começa a se qwuestionar sobre o amor altruísta. E esse é o ponto chave!
Com um detalhe, a leitura é viciante, tem gosto de quero mais e, ao ver o filme ( apesar da fotografia tosca, da maquiagem ruim, etc.), você quase sente o que sente o Edward pela intensidade da interpretação do casalzinho de atores.
O melhor, por conta desta saga meus alunos estão lendo mais e me pediram para abrir um blog com dicas de filmes e livros.
Isso, nem matercard paga!
Vale a pena!

Fábrica de Letras disse...

Nós somos a Fábrica de Letras.
Estamos a iniciar um projecto de blogagens colectivas.
Pretendemos que os bloguers portugueses possam interagir e dar-se a conhecer.
No dia 1 de cada mês, a Fábrica de Letras lançará um tema. Para participar basta escrever um texto sobre o tema proposto e inscrever-se no link que estará à disposição no blog, no dia 15 de cada mês.
Podem ser usados textos,poemas, contos, fotos ou vídeos. Participa, divulga!